Mulheres realizam capacitação para merendeiras em Maceió: “importante para a escola e alimentação familiar”

  • 02/07/2022
  • 0 Comentário(s)

Mulheres realizam capacitação para merendeiras em Maceió: “importante para a escola e alimentação familiar”

Merendeiras das escolas municipais de Maceió participaram de mais uma etapa do 4º Concurso de Merendeiras. O encontro foi uma capacitação prática que contou com técnicas de cortes, diferentes formas de cozinhar os alimentos, apresentação de um prato para as crianças, aproveitamento integral dos alimentos e o incentivo à agricultura familiar local. A capacitação ocorreu nessa quinta-feira (30), na Escola Pompeu Sarmento, localizada no bairro do Barro Duro.

O encontro foi ministrado pela chef de cozinha Amanda Calheiros, representante do Senac e a nutricionista Maria Helena Menezes, da Embrapa. Durante a capacitação as profissionais utilizaram materiais naturais, aproveitando todas as partes do alimento no preparo de um escondidinho de frango à base de inhame e fruta pão com recheio de frango e carne de jaca.

As merendeiras aprenderam ainda como preparar uma sobremesa natural com batata doce, maçã e suco de laranja, além de utilizar a casca da batata para preparar uma farofa rica em nutrientes e sabores.

Pratos preparados pela chef Amanda Calheiros. Fotos: Lílian Santosestagiária)/ Ascom Semed

Rafaela Pessoa, coordenadora do Setor de Nutrição e Alimentação Escolar da Semed, destacou a importância da capacitação.

“Esse concurso é fundamental para efetivar os itens da agricultura familiar, utilizando as técnicas que contribuem para o aproveitamento integral dos alimentos e da biodiversidade. Temos o objetivo de capacitar as merendeiras que têm o importante papel na produção e distribuição dessas merendas e que também são multiplicadoras da educação alimentar e nutricional dentro das escolas”, pontuou.A coordenadora comentou ainda sobre as expectativas para a próxima etapa do 4º Concurso de Merendeiras. “Esperamos resultados satisfatórios para a produção de preparações ricas para a merenda escolar do nosso município”.

“Nesta fase nós já percebemos a ansiedade dessas merendeiras e a satisfação de fazer receitas planejadas junto com a equipe do Senac que dará conhecimento para a próxima etapa efetiva do concurso. As merendeiras planejam uma receita junto com a nutricionista e fazem a utilização da receita na próxima etapa do concurso. Então, a gente espera que nós consigamos obter novas receitas para serem incluídas no cardápio da alimentação escolar do nosso município”, falou Rafaela.

Presente na capacitação, a merendeira Raqueliane Martins da Creche Municipal Kyra Maria Barros, no bairro do Clima Bom, participou com entusiasmo do encontro e aprendeu diferentes formas de apresentar os alimentos para as crianças.

Merendeira Raqueliane Martins da Creche Municipal Kyra Maria Barros.  Foto: Lílian Santos (estagiária)/ Ascom Semed MerendeiraRaqueliane Martins da Creche Municipal Kyra Maria Barros. Foto: Lílian Santos (estagiária)/ Ascom Semed

“A capacitação é importante não só para a escola, mas para nossa alimentação familiar, para ser mais saudável. Quem trabalha com crianças pequenas sabe que eles têm uma certa dificuldade em aceitar alguns alimentos, então trazendo eles de forma diferente como foi apresentado hoje pode melhorar essa aceitação das crianças, além de melhorar o cardápio escolar e a alimentação da educação infantil”, contou a merendeira.

Yanna Caldas, analista na unidade de competitividade e desenvolvimento do Sebrae Alagoas, esteve no encontro e destacou a importância de utilizar os alimentos locais.

Yanna Caldas, Analista na Unidade de Competitividade e Desenvolvimento do Sebrae Alagoas. Foto: Lílian Santos (estagiária)/ Ascom Semed Yanna Caldas, Analista na Unidade de Competitividade e Desenvolvimento do Sebrae Alagoas. Foto: Lílian Santos (estagiária)/ Ascom Semed

“Com isso, queremos alertar tanto aos gestores locais, os nutricionistas, e as merendeiras que são agentes extremamente importantes nesse cenário da alimentação escolar, dos alimentos que são produzidos pelos próprios agricultores. Muitas vezes elas – as merendeiras – são as agricultoras familiares e também tem marido e filhos que são agricultores familiares, então, essa é uma forma de trazer para merenda escolar, para o cardápio, alimentos que são produzidos localmente”, comentou.

Após essa fase de capacitação, a partir do dia 07 de julho as inscrições para o 4º Concurso de Merendeiras estarão disponíveis até o dia 08 de agosto. Os nutricionistas das escolas municipais são responsáveis por realizar a inscrição dessas e cadastrar as receitas que as merendeiras querem que concorram no concurso.

O Concurso é uma realização do Sebrae junto ao Senac, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o setor de Nutrição e Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

*com Ascom Semed

www.eufemea


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes